Apresentação

cartaz ENIM 2012

É com muito gosto que dou as boas-vindas aos participantes no ENIM 2012 – II Encontro Nacional de Investigação em Música, organizado pela SPIM – Sociedade Portuguesa de Investigação em Música, este ano realizado em colaboração com a Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Esta segunda edição do evento, reunindo cerca de centena e meia de participantes activos de várias nacionalidades, constitui sem dúvida uma afirmação da vitalidade e diversidade crescentes no domínio da investigação em música em Portugal, e vem demonstrar a oportunidade e pertinência da realização de encontros regulares alargados, com vista ao fortalecimento do sentido de uma comunidade científica e profissional nesta área de estudos. Ao mesmo tempo, o Encontro visa promover a troca de experiências e o debate intelectual indispensáveis à consolidação dos estudos musicais no nosso País, numa perspectiva que se pretende abrangente, inovadora e interdisciplinar.
O Encontro pretende oferecer também uma plataforma privilegiada para a reflexão sobre a situação cientifico-profissional dos investigadores em música em Portugal, esperando-se que dele resulte um contributo significativo para o reconhecimento público de uma actividade que importa cada vez mais divulgar e tornar relevante para além do âmbito restrito das academias.
De acordo com o seu programa, a SPIM está igualmente empenhada na revitalização da Revista Portuguesa de Musicologia, uma iniciativa que se assume como complementar em relação a este Encontro Nacional, e que conta desde já com a colaboração do CESEM e do INET-MD, dois centros de investigação sediados na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. A publicação regular de uma revista de grande qualidade, exigência e rigor científicos tem-se revelado uma necessidade premente no nosso meio musical e musicológico, como veículo de difusão, no plano nacional e internacional, do trabalho produzido nesta área. Faço votos para que das comunicações agora apresentadas ao Encontro possam resultar contributos valiosos para aquela publicação.
Uma palavra especial de agradecimento é devida à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco, cuja colaboração a todos os títulos exemplar tornou possível a realização deste Encontro em condições excepcionalmente favoráveis. O nosso reconhecimento vai também para o Cine-Teatro Avenida de Castelo Branco, pela hospitalidade com que nos acolheu, e para o INATEL, cujo apoio se revelou decisivo para a concretização da presente iniciativa.
Em nome da SPIM, aqui ficam igualmente os nossos agradecimentos a todas as pessoas e instituições que de uma forma ou de outra contribuíram para a realização do ENIM 2012.

Paulo Ferreira de Castro
Presidente da Direcção da SPIM
Sociedade Portuguesa de Investigação em Música